(11) 99893-5654
Orçamento por Whatsapp
Serviços

Caixas para Mudança em Campo Limpo Paulista

Caixas Para Mudança Campo Limpo Paulista 

Disponibilizamos de caixas para mudança a R$ 4,00 reais a unidade, minimo de 10 caixas 

 

Dicas de Mudanças Residenciais 

Não importa como você olhe para o assunto, mudar de casa é uma mudança enorme e tumultuante que irá gastar muito tempo e trabalho duro para ocorrer sem problemas. Um planejamento cuidadoso pode tornar as coisas mais fáceis.

1 - Determine quanto tempo você tem antes de se mudar.

Mesmo se você tiver pouco tempo, alguns minutos gastos planejando e organizando o básico podem ajudá-lo a aproveitar melhor o tempo disponível.

Se tiver mais tempo, você pode planejar com cuidado e possivelmente economizar dinheiro e tempo.

2 - Considere a distância da mudança.

Se mudar para o outro lado da cidade pode ser algo que você mesmo pode fazer, usando um caminhão alugado para os itens maiores. Porém, se mudar para mais longe ou para outro país necessita de uma empresa de mudanças. Aliás, para quanto mais longe você for se mudar, melhor é contratar profissionais para cuidar de tudo, incluindo seus animais de estimação.

Se você for se mudar para outro país, lembre-se de que haverá problemas como alfândegas, permissões de biossegurança, métodos apropriados de envio e problemas de armazenamento no local de chegada.

3 - Avalie seu orçamento.

Você vai contratar alguém para levar seus pertences ou vai alugar um caminhão e fazer o serviço você mesmo? Você tem dinheiro guardado? Você ainda tem tempo para juntar o dinheiro que precisa, ou seu chefe vai cobrir parte do custo da mudança?

Se seu chefe estiver ajudando, tenha certeza de que tudo esteja combinado por escrito, incluindo as coisas concordadas verbalmente ou de outra forma. Se alguma coisa der errado, você precisa das provas escritas para ter a garantia de um reembolso.

Provas escritas também são vitais quando estiver lidando com transportadoras profissionais. Tenha certeza de que todos assinem os contratos, de ler inclusive as letras miúdas e de ter uma lista de inventário verificada e assinada por você e pela empresa.

4 - Consiga acesso a sua nova casa antes da data.

Se seu contrato de aluguel ou compra permitir, consiga acesso à nova residência antes de entregar a antiga. Mesmo apenas alguns dias evitarão o estresse de uma mudança durante a noite ou a confusão de ter que colocar e retirar todos os móveis de outro local temporário. Um pouco de tempo extra também ajuda em caso de atrasos no fechamento do contrato de aluguel ou compra.

Se você precisar colocar seus móveis em um local temporário ou se as datas não coincidirem, veja se há em sua área um serviço de entrega e mudanças por contêineres para que você não tenha que mexer nos móveis duas vezes. Quanto mais vezes você tiver que guardar ou tirar seus móveis de algum lugar, maior será o estresse e a frustração.

Se você precisar mudar de uma hora para a outra, se, por exemplo, o locatário não renovar seu contrato ou se você tiver sido transferido para outro país de última hora, você deve pelo menos ter um mínimo de tempo de aviso prévio para empacotar tudo e procurar outro lugar. Nesse caso, sua primeira prioridade deve ser procurar um novo lugar para ficar, mas é melhor não deixar o empacotamento e organização das suas coisas totalmente de lado, senão você pode ficar muito apertado.

Muito tempo pagando dois lugares pode sair caro. Não pague mais tempo do que o necessário para organizar as coisas da mudança entre as duas casas. Procure garagens de amigos ou de alguém da família antes de decidir pagar por outras opções para guardar seus móveis, caso seja possível.

5 - Decida as coisas das quais vai se desfazer.

É claro que essa é uma decisão pessoal, mas tudo que puder vender ou jogar fora você não terá se preocupar de levar na mudança, e essa é uma ótima oportunidade para ser brutal com coisas que você não precisa ou não usa. Tenha em mente que você terá que balancear o tempo gasto para organizar suas coisas com o custo monetário e o esforço para empacotar e levar as coisas.

Se você se muda com frequência, tente manter o mínimo de móveis e objetos básicos.

Se você está tentando gastar pouco com a mudança, você não terá escolha além de se livrar de algumas coisas. Esse ato pode ser um pouco estressante no início, mas o menor número de posses resultará em alívio e em uma ótima forma de começar uma nova forma de viver.

Comece assim que possível se você quiser se desfazer ou vender seus pertences ao invés de levá-los para a nova casa. Uma alternativa é levar aquele velho sofá-cama com você e vender ou doar todo o resto para alguém antes de se mudar.

6 - Procure sites de venda e doação de móveis, ou ainda vá atrás de lojas de usados, como os famosos topa-tudo.

Você também pode fazer uma venda de garagem.

Telefone para instituições de caridade para ver quais itens eles podem aceitar. Muitos podem enviar um caminhão para pegar os móveis na sua casa, se você não quiser ou puder levá-los.

Muitas cidades possuem centros de reciclagem, onde você pode deixar seus móveis e objetos para serem reciclados ou reaproveitados ao invés de apenas jogá-los no lixo.

7 - Determine como você quer se desfazer de coisas que não podem ser recicladas ou doadas. 

Se você puder simplesmente deixar as coisas na caçamba ao lado do prédio, não há muito que planejar. Por outro lado, se você precisar eliminar documentos, ir até algum depósito, comprar mais sacos de lixo ou contratar uma empresa de transporte de lixo, planeje essas atividades assim que possível. Ter uma caçamba em um local acessível durante a sua mudança pode deixar seu trabalho muito mais fácil.

8 - Comece a consumir toda a comida.

Se você tiver tempo antes da mudança, é melhor comer toda a comida disponível da despensa e da geladeira. Se você não tiver tempo ou se houver itens que você não vai conseguir levar para outro lugar, pense em doar os alimentos não perecíveis a alguma instituição. Você também pode dar a comida que não vai conseguir comer para amigos e para os vizinhos.

Se você for se mudar para outro país, levar bebida ou comida com você raramente é uma opção. Doe tudo o que puder, de temperos a chocolate. Investigue as regras de transporte e aceitação de tais itens, como bebidas alcoólicas que você queria levar da sua adega especial. Dependendo do país, pode haver regras bastante estritas a respeito de importação de comida e bebida alcoólica.

9 - Arrume ajuda. 

Mesmo se a sua mudança for ocorrer meses à frente, comece agora e procurar a ajuda que você precisa. Se estiver economizando dinheiro, ligue para sua família e para seus amigos. Caso contrário, procure alguém que você possa pagar para empacotar suas coisas e ajudar na mudança. Peça recomendações a amigos e leia recomendações online, caso tenha tempo.

Uma coisa na qual seus amigos podem ser de grande ajuda é na comida. Quando você começar a empacotar as coisas de cozinha, se alimentar pode ser um problema, então aceite todas as ofertas de refeições.

Amigos também podem ser ótimos babás para crianças e bichos de estimação, que podem te atrapalhar ou aumentar seu estresse quando você tiver que ficar se preocupando com eles.

No dia da mudança, tire toda a roupa de cama, inclusive a cobertura do colchão, e junte com as toalhas usadas. Peça a um vizinho para lavar, secar e dobrar tudo, então empacote tudo junto para uso imediato na nova casa.

10 - Planeje o que fazer com objetos especiais ou de difícil transporte.

Se você e seus amigos conseguirem transportar o sofá, ótimo. Porém, se você tiver um móvel especialmente grande, pesado ou frágil para transportar (como um piano), pode ser melhor arrumar ajuda especializada.

Quando for se mudar para algum lugar longe, pergunte à empresa de transporte sobre suas técnicas de empacotamento e armazenamento, assim como suas políticas para o caso de algo quebrar.

Se for pedir para uma empresa transportar itens de valor, consiga referências de pessoas que tenham usado seus serviços e tenham ficado satisfeitos.

11 - Faça uma lista de pessoas e organizações com as quais você precisa entrar em contato.

Quando alguém se muda, a pessoa deve informar as agências governamentais, instituições com as quais faz negócios, empresas concessionárias (água, luz etc.). Faça uma lista assim que você souber que vai se mudar e continue a atualizá-la à medida que as contas mensais forem chegando e você for se lembrando de quem deve avisar sobre a mudança.

Em alguns países, o correio oferece um formulário padrão com uma lista de nomes que você pode marcar, e eles vão avisar a maior parte das empresas e agências óbvias que você está se mudando. Pergunte nos correios para maiores informações.

Considere contratar um serviço de redirecionamento de cartas durante um tempo. Mesmo que isso consuma dinheiro, é melhor do que ter suas correspondências extraviadas até você conseguir mudar o endereço em todos os lugares que precisa.

12 - Organize quaisquer reparos ou limpeza. 

Se o novo lugar precisar ser limpo ou consertado antes de você se mudar, planeje fazer isso durante o tempo que você estiver com a chave dos dois lugares, ou enquanto você estiver com seus pertences em outro lugar. Se precisar limpar ou consertar algo do local de onde você estiver saindo (como por uma exigência do locatário), planeje isso também. Lembre-se que a limpeza geralmente é mais fácil e mais efetiva em uma casa vazia.

Se você comprou uma casa nova, informe o corretor que você quer ter um tempo extra para avaliar a limpeza com uma empresa antes de se mudar, se for possível. Isso permite a você organizar bem a limpeza com antecedência e também encoraja o vendedor a ser mais prudente na limpeza das coisas dele, porque você estará ciente do que precisa ser limpo e pode ter preocupações específicas. É desmoralizante se mudar para uma nova casa com a sujeira e o lixo do morador anterior ainda presente no local.

13 - Reserve um caminhão. 

Se você for alugar um caminhão ou for usar uma empresa de transportes e mudanças, reserve-os assim que você souber que vai precisar deles. Em algumas áreas e em algumas épocas do ano (como em cidades universitárias e no final do ano escolar), a demanda pode ser muito alta e você pode ter que esperar mais tempo para encontrar um espaço na agenda.

14 - Liste e garanta quaisquer materiais necessários.

Caixas, jornais, fitas e marcadores são básicos. Você vai precisar de carrinhos de transporte ou alguma coisa mais?

Algumas empresas vendem caixas para mudança de qualidade ao atacado. Esse pode ser um bom negócio, considerando que caixas feitas para carregar itens próprios de mudança não serão frágeis ou de formas estranhas como as que você consegue nos supermercados.

Etiquetas, como "frágil", "esse lado para cima" e outras coisas para indicar o conteúdo e o cômodo podem ser feitas facilmente no seu computador. Apenas tenha certeza de ter colado direito nas caixas certas.

Verifique sites ou lojas especializadas em materiais para casa se o tempo permitir. Você pode encontrar caixas para mudança e materiais de empacotamento úteis.

15 - Comece pelo menos o planejamento básico de como serão os móveis e objetos em sua nova casa.

Se você puder, etiquete ou marque cada caixa com o cômodo onde cada coisa vai ficar ao invés do cômodo de onde cada coisa veio (com frequência eles serão os mesmos, já que itens que saem da cozinha provavelmente voltarão para a cozinha).

16 - Planeje e empacote um kit de sobrevivência.

Nele, irão os itens essenciais que você precisa manter separado para ter acesso imediato quando chegar à nova casa. Os itens devem ir em uma caixa separada e etiquetada ou em uma mala. Você mesmo saberá quais itens separar, mas lembre-se de incluir remédios, óculos, carteiras e documentos, além de algumas mudas de roupa. Se você estiver levando animas de estimação com você, inclua os itens básicos deles também.

Uma boa ideia é empacotar uma caixa com uma chaleira, uma panela pequena, alguns saquinhos de chá, café e biscoitos, alguns talheres, alguns pratos, uma sanduicheira, algumas toalhas de mão e sabonete líquido etc. para fazer as coisas básicas quando você chegar. Isso vai evitar que você fique procurando nas outras caixas as coisas básicas e vai permitir que você faça o processo de desempacotar meticulosamente.

17 - Planeje empacotar os itens que você usa com menos frequência primeiro. 

Especialmente se você tiver muito tempo para empacotar, comece cedo e empacote coisas como livros e roupas de outra estação com antecedência. Lembre-se que você vai ter que desempacotar na ordem reversa.

 

watch?v=arTy6jteKmQ&t=66s

 

Dicas de Mudanças Residenciais 

Não importa como você olhe para o assunto, mudar de casa é uma mudança enorme e tumultuante que irá gastar muito tempo e trabalho duro para ocorrer sem problemas. Um planejamento cuidadoso pode tornar as coisas mais fáceis.

1 - Determine quanto tempo você tem antes de se mudar.

Mesmo se você tiver pouco tempo, alguns minutos gastos planejando e organizando o básico podem ajudá-lo a aproveitar melhor o tempo disponível.

Se tiver mais tempo, você pode planejar com cuidado e possivelmente economizar dinheiro e tempo.

2 - Considere a distância da mudança.

Se mudar para o outro lado da cidade pode ser algo que você mesmo pode fazer, usando um caminhão alugado para os itens maiores. Porém, se mudar para mais longe ou para outro país necessita de uma empresa de mudanças. Aliás, para quanto mais longe você for se mudar, melhor é contratar profissionais para cuidar de tudo, incluindo seus animais de estimação.

Se você for se mudar para outro país, lembre-se de que haverá problemas como alfândegas, permissões de biossegurança, métodos apropriados de envio e problemas de armazenamento no local de chegada.

3 - Avalie seu orçamento.

Você vai contratar alguém para levar seus pertences ou vai alugar um caminhão e fazer o serviço você mesmo? Você tem dinheiro guardado? Você ainda tem tempo para juntar o dinheiro que precisa, ou seu chefe vai cobrir parte do custo da mudança?

Se seu chefe estiver ajudando, tenha certeza de que tudo esteja combinado por escrito, incluindo as coisas concordadas verbalmente ou de outra forma. Se alguma coisa der errado, você precisa das provas escritas para ter a garantia de um reembolso.

Provas escritas também são vitais quando estiver lidando com transportadoras profissionais. Tenha certeza de que todos assinem os contratos, de ler inclusive as letras miúdas e de ter uma lista de inventário verificada e assinada por você e pela empresa.

4 - Consiga acesso a sua nova casa antes da data.

Se seu contrato de aluguel ou compra permitir, consiga acesso à nova residência antes de entregar a antiga. Mesmo apenas alguns dias evitarão o estresse de uma mudança durante a noite ou a confusão de ter que colocar e retirar todos os móveis de outro local temporário. Um pouco de tempo extra também ajuda em caso de atrasos no fechamento do contrato de aluguel ou compra.

Se você precisar colocar seus móveis em um local temporário ou se as datas não coincidirem, veja se há em sua área um serviço de entrega e mudanças por contêineres para que você não tenha que mexer nos móveis duas vezes. Quanto mais vezes você tiver que guardar ou tirar seus móveis de algum lugar, maior será o estresse e a frustração.

Se você precisar mudar de uma hora para a outra, se, por exemplo, o locatário não renovar seu contrato ou se você tiver sido transferido para outro país de última hora, você deve pelo menos ter um mínimo de tempo de aviso prévio para empacotar tudo e procurar outro lugar. Nesse caso, sua primeira prioridade deve ser procurar um novo lugar para ficar, mas é melhor não deixar o empacotamento e organização das suas coisas totalmente de lado, senão você pode ficar muito apertado.

Muito tempo pagando dois lugares pode sair caro. Não pague mais tempo do que o necessário para organizar as coisas da mudança entre as duas casas. Procure garagens de amigos ou de alguém da família antes de decidir pagar por outras opções para guardar seus móveis, caso seja possível.

5 - Decida as coisas das quais vai se desfazer.

É claro que essa é uma decisão pessoal, mas tudo que puder vender ou jogar fora você não terá se preocupar de levar na mudança, e essa é uma ótima oportunidade para ser brutal com coisas que você não precisa ou não usa. Tenha em mente que você terá que balancear o tempo gasto para organizar suas coisas com o custo monetário e o esforço para empacotar e levar as coisas.

Se você se muda com frequência, tente manter o mínimo de móveis e objetos básicos.

Se você está tentando gastar pouco com a mudança, você não terá escolha além de se livrar de algumas coisas. Esse ato pode ser um pouco estressante no início, mas o menor número de posses resultará em alívio e em uma ótima forma de começar uma nova forma de viver.

Comece assim que possível se você quiser se desfazer ou vender seus pertences ao invés de levá-los para a nova casa. Uma alternativa é levar aquele velho sofá-cama com você e vender ou doar todo o resto para alguém antes de se mudar.

6 - Procure sites de venda e doação de móveis, ou ainda vá atrás de lojas de usados, como os famosos topa-tudo.

Você também pode fazer uma venda de garagem.

Telefone para instituições de caridade para ver quais itens eles podem aceitar. Muitos podem enviar um caminhão para pegar os móveis na sua casa, se você não quiser ou puder levá-los.

Muitas cidades possuem centros de reciclagem, onde você pode deixar seus móveis e objetos para serem reciclados ou reaproveitados ao invés de apenas jogá-los no lixo.

7 - Determine como você quer se desfazer de coisas que não podem ser recicladas ou doadas. 

Se você puder simplesmente deixar as coisas na caçamba ao lado do prédio, não há muito que planejar. Por outro lado, se você precisar eliminar documentos, ir até algum depósito, comprar mais sacos de lixo ou contratar uma empresa de transporte de lixo, planeje essas atividades assim que possível. Ter uma caçamba em um local acessível durante a sua mudança pode deixar seu trabalho muito mais fácil.

8 - Comece a consumir toda a comida.

Se você tiver tempo antes da mudança, é melhor comer toda a comida disponível da despensa e da geladeira. Se você não tiver tempo ou se houver itens que você não vai conseguir levar para outro lugar, pense em doar os alimentos não perecíveis a alguma instituição. Você também pode dar a comida que não vai conseguir comer para amigos e para os vizinhos.

Se você for se mudar para outro país, levar bebida ou comida com você raramente é uma opção. Doe tudo o que puder, de temperos a chocolate. Investigue as regras de transporte e aceitação de tais itens, como bebidas alcoólicas que você queria levar da sua adega especial. Dependendo do país, pode haver regras bastante estritas a respeito de importação de comida e bebida alcoólica.

9 - Arrume ajuda. 

Mesmo se a sua mudança for ocorrer meses à frente, comece agora e procurar a ajuda que você precisa. Se estiver economizando dinheiro, ligue para sua família e para seus amigos. Caso contrário, procure alguém que você possa pagar para empacotar suas coisas e ajudar na mudança. Peça recomendações a amigos e leia recomendações online, caso tenha tempo.

Uma coisa na qual seus amigos podem ser de grande ajuda é na comida. Quando você começar a empacotar as coisas de cozinha, se alimentar pode ser um problema, então aceite todas as ofertas de refeições.

Amigos também podem ser ótimos babás para crianças e bichos de estimação, que podem te atrapalhar ou aumentar seu estresse quando você tiver que ficar se preocupando com eles.

No dia da mudança, tire toda a roupa de cama, inclusive a cobertura do colchão, e junte com as toalhas usadas. Peça a um vizinho para lavar, secar e dobrar tudo, então empacote tudo junto para uso imediato na nova casa.

10 - Planeje o que fazer com objetos especiais ou de difícil transporte.

Se você e seus amigos conseguirem transportar o sofá, ótimo. Porém, se você tiver um móvel especialmente grande, pesado ou frágil para transportar (como um piano), pode ser melhor arrumar ajuda especializada.

Quando for se mudar para algum lugar longe, pergunte à empresa de transporte sobre suas técnicas de empacotamento e armazenamento, assim como suas políticas para o caso de algo quebrar.

Se for pedir para uma empresa transportar itens de valor, consiga referências de pessoas que tenham usado seus serviços e tenham ficado satisfeitos.

11 - Faça uma lista de pessoas e organizações com as quais você precisa entrar em contato.

Quando alguém se muda, a pessoa deve informar as agências governamentais, instituições com as quais faz negócios, empresas concessionárias (água, luz etc.). Faça uma lista assim que você souber que vai se mudar e continue a atualizá-la à medida que as contas mensais forem chegando e você for se lembrando de quem deve avisar sobre a mudança.

Em alguns países, o correio oferece um formulário padrão com uma lista de nomes que você pode marcar, e eles vão avisar a maior parte das empresas e agências óbvias que você está se mudando. Pergunte nos correios para maiores informações.

Considere contratar um serviço de redirecionamento de cartas durante um tempo. Mesmo que isso consuma dinheiro, é melhor do que ter suas correspondências extraviadas até você conseguir mudar o endereço em todos os lugares que precisa.

12 - Organize quaisquer reparos ou limpeza. 

Se o novo lugar precisar ser limpo ou consertado antes de você se mudar, planeje fazer isso durante o tempo que você estiver com a chave dos dois lugares, ou enquanto você estiver com seus pertences em outro lugar. Se precisar limpar ou consertar algo do local de onde você estiver saindo (como por uma exigência do locatário), planeje isso também. Lembre-se que a limpeza geralmente é mais fácil e mais efetiva em uma casa vazia.

Se você comprou uma casa nova, informe o corretor que você quer ter um tempo extra para avaliar a limpeza com uma empresa antes de se mudar, se for possível. Isso permite a você organizar bem a limpeza com antecedência e também encoraja o vendedor a ser mais prudente na limpeza das coisas dele, porque você estará ciente do que precisa ser limpo e pode ter preocupações específicas. É desmoralizante se mudar para uma nova casa com a sujeira e o lixo do morador anterior ainda presente no local.

13 - Reserve um caminhão. 

Se você for alugar um caminhão ou for usar uma empresa de transportes e mudanças, reserve-os assim que você souber que vai precisar deles. Em algumas áreas e em algumas épocas do ano (como em cidades universitárias e no final do ano escolar), a demanda pode ser muito alta e você pode ter que esperar mais tempo para encontrar um espaço na agenda.

14 - Liste e garanta quaisquer materiais necessários.

Caixas, jornais, fitas e marcadores são básicos. Você vai precisar de carrinhos de transporte ou alguma coisa mais?

Algumas empresas vendem caixas para mudança de qualidade ao atacado. Esse pode ser um bom negócio, considerando que caixas feitas para carregar itens próprios de mudança não serão frágeis ou de formas estranhas como as que você consegue nos supermercados.

Etiquetas, como "frágil", "esse lado para cima" e outras coisas para indicar o conteúdo e o cômodo podem ser feitas facilmente no seu computador. Apenas tenha certeza de ter colado direito nas caixas certas.

Verifique sites ou lojas especializadas em materiais para casa se o tempo permitir. Você pode encontrar caixas para mudança e materiais de empacotamento úteis.

15 - Comece pelo menos o planejamento básico de como serão os móveis e objetos em sua nova casa.

Se você puder, etiquete ou marque cada caixa com o cômodo onde cada coisa vai ficar ao invés do cômodo de onde cada coisa veio (com frequência eles serão os mesmos, já que itens que saem da cozinha provavelmente voltarão para a cozinha).

16 - Planeje e empacote um kit de sobrevivência.

Nele, irão os itens essenciais que você precisa manter separado para ter acesso imediato quando chegar à nova casa. Os itens devem ir em uma caixa separada e etiquetada ou em uma mala. Você mesmo saberá quais itens separar, mas lembre-se de incluir remédios, óculos, carteiras e documentos, além de algumas mudas de roupa. Se você estiver levando animas de estimação com você, inclua os itens básicos deles também.

Uma boa ideia é empacotar uma caixa com uma chaleira, uma panela pequena, alguns saquinhos de chá, café e biscoitos, alguns talheres, alguns pratos, uma sanduicheira, algumas toalhas de mão e sabonete líquido etc. para fazer as coisas básicas quando você chegar. Isso vai evitar que você fique procurando nas outras caixas as coisas básicas e vai permitir que você faça o processo de desempacotar meticulosamente.

17 - Planeje empacotar os itens que você usa com menos frequência primeiro. 

Especialmente se você tiver muito tempo para empacotar, comece cedo e empacote coisas como livros e roupas de outra estação com antecedência. Lembre-se que você vai ter que desempacotar na ordem reversa.

 

Orçamento Rápido